Estudantes de três cidades participam do Programa Bem Vindo ao Mundo da Arqueologia!

Os dias 19 e 20 de outubro de 2017 foram de muita agitação com a presença em nossa sede de alunos das escolas Instituto de Educação Rosa e Silva, de Belford Roxo e Escola Municipal Marcílio Dias de Nova Iguaçu, convidadas pelo Instituto de Arqueologia Brasileira-IAB, e a sorteada pela fan page da instituição na rede social Facebook, o Colégio Estadual Vinícius de Morais, de Duque de Caxias.

Estudantes entre 4 e 17 anos participaram das diversas atividades desenvolvidas pelo Programa “Bem Vindo ao Mundo da Arqueologia”; desde o aquecimento inespecífico (atividades físicas para uma melhor recepção intelectiva) ...

...à dedicada atenção sobre aspectos da evolução das primeiras populações humanas que habitaram nosso território e seus encontros com os colonizadores, demonstrados pela "camada estratigráfica" ou Exposição "O Índio no Recôncavo da Guanabara".

A concentração era total na busca entusiasmada por artefatos no mini sítio arqueológico... 

....na deliciosa atividade da pintura rupestre e...

... no breve histórico, em vídeo, sobre as inúmeras imagens desenhadas nas rochas e interpretações sobre possíveis mensagens que os seus autores desejavam transmitir a partir delas.

     

 Na área museal o espanto ao primeiro contato com o corpo mumificado de uma menina de aproximadamente 10 anos - a múmia Acauã . Momento em que a curiosidade juntou-se ao espanto e as perguntas brotaram.

Atenção também nos conhecimentos mais elaborados como enterramentos secundários em urnas e informações sobre um Povo que se organizou alcançando níveis de desenvolvimento tecnológico avançadíssimos, há cerca de prováveis 12 mil anos, que, entre outras, dominava as técnicas da agricultura e manufatura do algodão tecendo com agulhas feitas de ossos e habitando em cavernas no interior de Minas Gerais.

Generosa atenção que também era dispensada para as explicações sobre o que são sítios arqueológicos, os patrimônios culturais que são salvaguardados a partir das pesquisas destes, equipamentos e ferramentas próprias para seus resgates e as leis que os protegem, usando como exemplo o sítio histórico localizado dentro do próprio espaço do IAB.

Uma passadinha pela área de compostagem aonde o lixo orgânico é reciclado,  uma visita ao Ecomuseu, abrigo de estruturas que sustentaram máquinas de uma das três primeiras tipografias do Brasil, marcos da revolução industrial por aqui, e os espaços que abrigam os milhões de artefatos salvaguardados pelo IAB...

 

 

...e, por fim, material didático para futuras referências.

 

"Achei interessante saber a forma que os indígenas se alimentavam", diz Ana Clara, 12 anos.

"Achei muito legal! Bom, bonito e grande!", é a opinião de Sarah, 11 anos.

O estagiário Professor Bruno Mendonça opina: "o William fez uma apresentação excelente sobre a arqueologia da Pré-história. Muito bom mesmo! Meus parabéns! O Alessandro foi excelente em sua explicação sobre a cultura indígena antiga. Meus parabéns a todos!"

A professora Márcia Camilo da Escola Marcílio Dias achou que "o passeio foi proveitoso. Era um local novo, tanto para os professores quanto para os alunos. A organização em grupo e os monitores contribuíram para o melhor entendimento dos alunos, pois a maioria deles é do sexto ano. Sugestão: melhor sinalização do local. Placas sinalizando o local."

A Professora Talita O. Costa das turmas do sexto e sétimo anos pontuou: "entre as apresentações das camadas estratigráficas, o vídeo sobre a pintura rupestre e o sítio Jatobá a que mais aguçou a curiosiodade foram as camadas. Tanto no sítio, quanto em contato com as peças, os alunos fizeram perguntas e demonstraram muito interesse. O vídeo não teve o mesmo impacto, pois apresentou classificação integral. Percebi que eles não conseguiram acompanhar. Particularmente achei a linguagem difícil, o que não aconteceu nas outras etapas quando os monitores apresentaram muitos exemplos. Observação: o acesso ao IAB ficou muito complicado devido à falta de sinalização."

Agradecemos imensamente às escolas por terem aceito nossos convites, em especial aos professores que fizeram observações absolutamente pertinentes às quais vamos considerar e quanto à sugestão de sinalização providenciaremos ofício para a Prefeitura solicitando a sinalização oficial e esperamos que os estudantes possam se apropriar destes conhecimentos e aplicarem em prol da preservação de nossos patrimônios, objetivo maior do Instituto.

Agradecemos também a nossa equipe que, como sempre, realiza essas atividades com total dedicação e esmero.

Diretor-Presidente: Prof. Dr. Ondemar Dias

Coordenação: William Cruz

Coordenação Geral: Jandira Neto

Equipe: Soledade Neto - William Cruz – Antonia Neto - Cida Gomes – Alessandro Silva – Aldeci dos Santos - Marcos dos Santos – Anselmo dos Santos, Marilda Souza e os pesquisadores curumins Sanderson Coutinho, Júlia Araújo, Luciano França e Daniel Lima.

Texto: Antonia Neto

Fotos e vídeos: Julia Araújo, Sanderson Coutinho e Antonia Neto

                                                                                                Patrocínio Institucional: