Sítio da Baixada

 Sítio da Baixada

 

Sítio pré-histórico da Tradição Tupiguarani localizado na Estrada da Cruz Vermelha 45. Fica na vertente de um vale a 1470m da margem esquerda do Rio Sarapui no sopé de uma das sete colinas que margeiam o rio nesta Região. É caracterizado pela presença de grandes manchas de terra preta entremeadas por cacos de cerâmica indígena clássicas dos vasilhames da tradição Tupiguarani e alguns poucos artefatos líticos polidos.

UTMs Relação Espacial

Embora já fosse conhecido desde 1963 quando da construção da primeira edificação do IAB sobre a área do sítio pelo Ondemar Dias (pai), só foi registrado pela primeira vez como sítio em dezembro de 1976 por Ondemar Dias Jr. quando ficou evidente que seu terreno fazia parte do espólio da família Ferreira Dias e ainda pertencia ao Município de Nova Iguaçu.

1963 1963 1963
1963 1963 1963

Com características de aldeamento, se estende por uma área de cerca de 6.000m², alcançando a beira de um vestígio de lagoa pré-histórica que existe ate hoje.

1965 1965
1967


Nunca foram feitas escavações sistemáticas no sítio, mas sempre que o material cultural aflora, por conta de chuvas ou outras razões, é coletado e guardado no acervo do IAB. Na década de 1990 uma pequena urna funerária foi retirada intacta da margem do barranco. O material encontra-se sob guarda do IAB com o nº de catálogo 27.

2016 - Esquina Est. Cruz Vermelha, 45 2016 - Estr. Cruz Vermelha 2016 - Est. da Conceição - CIEP
2016 - Est. da Conceição esq. Cruz Vermelha 2016 - Do alto da Estrada Nova Iguaçu 2016 - Do alto da Est. Nova Iguaçu