Ruínas de São João Marcos -

Em função de uma carta convite do Instituto Cultural Cidade Viva - ICCV, o Instituto de Arqueologia Brasileira-IAB efetuou, em 2008, o Projeto deAvaliação da Potencialidade Arqueológica da área da antiga cidade de São João Marcos.

Realizado o Projeto de Avaliação foram então estabelecidos entendimentos com o IAB que resultaram na elaboração de um Projeto de Complementação de Prospecções e Resgate Arqueológico, aprovado pelo IPHAN, visando a continuação dos trabalhos iniciados. Estes se prolongaram de julho de 2009 a abril de 2010 e resultou na construção de um quadro altamente satisfatório quanto aos objetivos a que se propunha.

Tratava-se de revelar toda uma grande área da antiga cidade de São João Marcos da qual alguns setores seriam, especificamente, privilegiados pela pesquisa mais acurada. Sendo estes, a entrada da cidade que começa na Rua Jorge Americano Freire alcançando a Praça Cinco de Julho com suas quadras em torno; dois dos seus prédios considerados mais proeminentes como a Igreja da Matriz e o Teatro Tibiriçá e seriam apenas evidenciadas as fachadas da casa do Capitão-mor, da Câmara Municipal e da Prefeitura. Foi o proposto pelo ICCV, para atender aos propósitos do Instituto Light, de projeto do Parque Arqueológico Ambiental de São João Marcos.

Os resultados da pesquisa até 2010 ultrapassaram em muito o escopo original tornando possível, não só alcançar as metas pretendidas como esclarecer diversos pontos de interesse histórico e abrir novas perspectivas a respeito do passado local.

Assim foi que, por três anos os pesquisadores do Instituto de Arqueologia Brasileira- IAB, com a firme determinação de fazerem ressurgir parte do que restara de São João Marcos, enfrentaram todas as adversidades e realizaram o trabalho a seguir. Desde fortes chuvas que ameaçavam fazer desabar algumas estruturas postas à luz, da presença constante do gado solto na área das ruínas, situações que puderam ser um pouco pioradas, ainda, pela ação de alguns, felizmente poucos, visitantes inescrupulosos ou curiosos demais. Nada os demoveu de tão espinhosa, mas promissora missão.

Diante do exposto convidamos você a “viajar” conosco neste extraordinário trabalho de fazer emergir das entranhas da terra uma cidade que há mais de setenta anos foi demolida e, a parte das suas ruínas que não foi afinal envolvida pelas águas, deixou-se ser, gradativamente, “engolida” pela Grande Mãe.

Ruínas de São João Marcos - Projeto de Complementação de Prospecções e Resgate Arqueológico da Área da Antiga Cidade de São João Marcos