Jardim Suspenso do Valongo - Fase II

O Jardim Suspenso do Valongo se encontra a sete metros acima do nível da rua onde está localizado, em um terreno elevado cercado, na parte inferior, por uma muralha de arrimo. Situado no Bairro da Saúde, no Rio de Janeiro, possui uma área de 1530 m2 e um de seus acessos é feito pela Rua Camerino, área onde se encontra a fachada principal constituindo um belvedere com vista panorâmica da cidade.

Valongo é “um jardim histórico e um bem tombado nacional” e foi inaugurado em 1906, na administração do Prefeito Pereira Passos que tinha como uma de suas metas revitalizar o centro do Rio de Janeiro. Durante a revitalização da área foi preciso alargar a antiga Rua do Valongo, atual Camerino, e criar um muro para conter o deslizamento do Morro da Conceição e assim sua encosta foi delineada para embelezar a região.

Projetado pelo arquiteto-paisagista Luis Reis, o Jardim do Valongo segue o estilo romântico inglês tardio, introduzido no Brasil pelo francês Auguste François Marie Glaziou – o paisagista do império – e muito em moda desde 1860. Os canteiros foram construídos no estilo Rocaille, caracterizados por peças de cimento que imitam pedras, galhos, folhas e objetos naturais, lagos e cachoeiras, (na época de água corrente). Foram trazidas para ornamentar o jardim quatro estátuas em mármore representando as divindades romanas: Minerva, Mercúrio, Ceres e Marte, originárias do antigo Cais da Imperatriz de Grandjean de Montigny localizado próximo ao Morro do Valongo e que na época encontrava-se em ruínas.

Além do jardim rústico, no local foram construídos bancos para os visitantes, uma casa para o zelador e um dos primeiros mictórios públicos do Brasil.

Leia todos os desdobramentos dessa pesquisa...