Ação Sociocultural no IAB – Dia da Consciência Negra

Eram 08h: 00min da manhã do dia 20 de novembro e todos os voluntários funcionários ou não já estavam em seus postos para a realização das ações socioculturais propostas pelo IAB, em parceria com o Lions Club de Nilópolis.

Aos poucos eles iam chegando para serem atendidos para os serviços de medição de pressão arterial e de glicose, doses de suco à base de folhas e frutas, os cortes de cabelos e sobrancelhas, a escovação dos dentes e aplicação de flúor e o pula-pula para a criançada.

Culturalmente foram oferecidas palestras sobre o mosquito da dengue e sobre anemia falciforme, um filme sobre religião de matriz africana Hùndàngbènã  - O Ninho da Serpente de Mazé Mixo, e uma exposição sobre a cultura africana e o quanto herdamos de hábitos, costumes, das crenças e muito da alegria do povo africano.

Com cerca de 300 atendimentos pudemos perceber o absoluto interesse dos participantes pelo aspecto social do evento, até mesmo em detrimento do aspecto cultural já que esse vimos suprindo ao longo dos anos.

Agradecemos a todos que voluntariamente contribuíram para a realização de mais esta empreitada, abrindo mão de parte do seu feriado; em especial Lusinete Knupp que idealizou, buscou parcerias e distribuiu o suco verde; Laís Knupp que atendeu medindo a pressão arterial; Helena e Lucilene que se dedicaram a corte de cabelos, Ana Paula que cortou cabelos e fez design em sobrancelhas, Míriam que coordenou a organização destes serviços e Polyana que documentou fotograficamente o evento. Agradecemos também à Dario & Porto -  Serviços Financeiros pela doação dos kits para a medição de glicose.

 

Eram 08h: 00min da manhã do dia 20 de novembro e todos os voluntários funcionários ou não já estavam em seus postos para a realização das ações socioculturais propostas pelo IAB, em parceria com o Lions Club de Nilópolis.

Aos poucos eles iam chegando para serem atendidos para os serviços de medição de pressão arterial e de glicose, doses de suco à base de folhas e frutas, os cortes de cabelos e sobrancelhas, a escovação dos dentes e aplicação de flúor e o pula-pula para a criançada.

Culturalmente foram oferecidas palestras sobre o mosquito da dengue e sobre anemia falciforme, um filme sobre religião de matriz africana Hùndàngbènã  – O Ninho da Serpente de Mazé Mixo, e uma exposição sobre a cultura africana e o quanto herdamos de hábitos, costumes, das crenças e muito da alegria do povo africano.

Com cerca de 300 atendimentos pudemos perceber o absoluto interesse dos participantes pelo aspecto social do evento, até mesmo em detrimento do aspecto cultural já que esse vimos suprindo ao longo dos anos.

Agradecemos a todos que voluntariamente contribuíram para a realização de mais esta empreitada, abrindo mão de parte do seu feriado; em especial Lusinete Knupp que idealizou, buscou parcerias e distribuiu o suco verde; Laís Knupp que atendeu medindo a pressão arterial; Helena e Lucilene que se dedicaram a corte de cabelos, Ana Paula que cortou cabelos e fez design em sobrancelhas, Míriam que coordenou a organização destes serviços e Polyana que documentou fotograficamente o evento. Agradecemos também à Dario & Porto –  Serviços Financeiros pela doação dos kits para a medição de glicose.

Posts Relacionados