Quem Somos

O Instituto de Arqueologia Brasileira – IAB, fundado a 29 de abril de 1961, é uma instituição de caráter científico-cultural, sem fins lucrativos que, há 59 anos, dedica-se à Pesquisa, Ensino e Divulgação da arqueologia brasileira. Em 1965 estabeleceu sede própria na Vila Santa Tereza, em Belford Roxo-RJ.

Desenvolveu pesquisas científicas na área da arqueologia acadêmica tendo, como suporte financeiro, convênios firmados com órgãos de fomento à pesquisa, tanto de fórum nacional quanto internacional e também arqueologia de contrato com empresas estatais e do setor privado.

É uma Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT) cadastrada no Diretório de Instituições do CNPq. Credenciada, junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), para Guarda de Acervos Arqueológicos. Comporta hoje dez prédios, reserva técnica, área museal (registrada no Cadastro Nacional de Museus do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)), laboratórios, (já utilizados por pesquisadores da FIOCRUZ), almoxarifados, salas de aula e alojamento para pesquisador-visitante, além de áreas para atividades de cunho sociocultural.

Convênios e Parcerias

Ao longo dos seus quase 60 anos de fundação fez numerosos convênios e parcerias com instituições municipais, estaduais, federais e internacionais para desenvolver pesquisas, ministrar cursos, montar exposições, entre outros. Veja alguns:

 

  • 1965-1970 – CNPq (BR) e Smithsonian Institution (Washington D.C.) (PRONAPA)
  • Década de 1960 – Flumitur (Convênio para pesquisas arqueológicas)
  • 1965 – Divisão de Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Guanabara (parceria)
  • 1970/71 – Setor de Arqueologia do Projeto Rondon (pesquisas arqueológicas no Amazonas)
  • 1974-2012 – Divisão de Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Guanabara (criando o Centro de Estudos Arqueológicos (CEA) e, posteriormente, com o Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (INEPAC).
  • De 1978 até o presente – FIOCRUZ (inúmeras parcerias)
  • 1978 – ONU/UNESCO e Ministério das Relações Exteriores (pesquisas no Uruguai com equipes daquele país, e ainda do Canadá, França e Estados Unidos)
  • 2005 – Parceria com a Prefeitura de Mesquita (RJ) (Exposição)
  • 2007-2012 – Universidade Estadual do Tocantins–UNITINS, criando o Núcleo Tocantinense de Arqueologia (NUTA) (Convênio)
  • 2009 – Labtrip (FioCruz) (pesquisas genéticas)
  • 2009 – Universidade de Rondônia (UNIR,) (convênio)
  • 2011-2017 – UniRedentor (curso de Pós-graduação Latu senso em Arqueologia)
  • 2013 – Colégio Estadual Santa Tereza (CEST) (Exposição)
  • 2015 – Universidade de Leicester (pesquisas genéticas) (convênio
  • Parcerias para exposições e outros eventos com a Prefeitura de Belford Roxo
  • 2018 – Parceria com o IEVA para ministrar curso de Pós-Graduação em Arqueologia
  • 2020 – Parceria com a Prefeitura de Nova Iguaçu (Exposição)

 

Prêmios e Reconhecimentos

 

Sua atuação sistemática e de qualidade profissional inquestionável lhe rendeu Reconhecimentos e Prêmios. Abaixo, alguns exemplos.

 

  • Década de 1960 – Diploma de Mérito da Academia Brasileira de Belas Artes
  • 1963 – Título de Instituição de Utilidade Pública, (PL Nº 344) da Assembleia Legislativa da Guanabara
  • 1986 – Prêmio José Reis de Divulgação Científica (CNPq)
  • 2014 – Título de Instituição de Utilidade Pública da Câmara Municipal de Belford Roxo (PL Nº 1513).
  • 2016 – Selo de APTO para Pesquisa e Guarda de Acervo – (IPHAN/CNIGP)
  • 2017 – Diploma Heloneida Studart de Cultura – 2017 – ALERJ
  • 2018 – Certificado de Ponto de Cultura. (PMBR)
  • 2018 – Acervo Documental Declarado como de Interesse Público e Social – Decreto Federal Nº 9.618

 

 

Produtos