Diagnóstico Arqueológico Não Interventivo do Corredor Viário – Transbrasil – RJ

Resultados Preliminares no Segundo Ano de Pesquisas no Estado do Rio de Janeiro

Estes são os resultados obtidos no Diagnóstico Arqueológico não Interventivo do Corredor Viário – Transbrasil – RJ, realizado na Área Diretamente Afetada (ADA) e Área de Influência Direta (AID), áreas estas sujeitas aos impactos diretos da implantação e operação do empreendimento. O objetivo do projeto foi avaliar a existência de vestígios arqueológicos passíveis de impacto em decorrência da implantação do referido empreendimento, em atendimento à legislação e normas brasileiras referentes ao patrimônio arqueológico e histórico.

Para tanto, efetuou-se um denso trabalho nas fontes bibliográficas primárias e secundárias, a fim de indicar as ocupações humanas que se fixaram ao longo do tempo nas áreas do empreendimento.

Além da pesquisa bibliográfica, foram realizadas pesquisas nos arquivos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), localizados tanto no Palácio Capanema, quanto na 6ª regional do IPHAN e no Banco de Dados Históricos e Arqueológicos do IAB, na busca de registros arqueológicos referentes às áreas de impacto do referido empreendimento.

Além deste trabalho, realizou-se uma análise dos relatórios de projetos de pesquisa arqueológica desenvolvidos na Área Diretamente Afetada do empreendimento. Esta etapa de trabalho assume grande importância, associando-a ao exaustivo levantamento histórico, visto a possibilidade de contextualizar arqueologicamente os trechos impactados pela obra a partir de pesquisas extensivas desenvolvidas no local.

  • São 65 páginas contendo também mapas antigos e atuais e fotos-documentos.
 
 

Posts Relacionados

Pesquisas em Bom Jardim-RJ

Este Programa de Arqueologia, na área da LT 138 Kv Anta Simplício-Rocha Leão (RJ-MG-RJ), de Furnas Centrais Elétricas S/A, foi integrado por quatro projetos de

Ler Mais »