Estreia de EP em Duque de Caxias

Arco Metropolitano do RJ: Programa de Educação Patrimonial estreia em grande estilo no Município de Duque de Caxias

 
Arco Metropolitano do RJ: Programa de Educação Patrimonial estréia em grande estilo no Município de Duque de Caxias

10/08/2010, Durante todas as etapas das obras do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro, as equipes de Educação Patrimonial trabalharam incessantemente junto às equipes de campo do IAB e das empreiteiras consorciadas responsáveis pelas mesmas no sentido de conscientizar seus funcionários, para o cuidado com os sítios arqueológicos localizados da área de impacto direto.

Educação Patrimonial no Lote 1 Educação Patrimonial no Lote 2 Educação Patrimonial no Lote 3 Educação Patrimonial no Lote 4

Mas finalmente chegou a vez de oferecer aos Municípios atingidos pelas obras, as preciosas informações sobre os achados arqueológicos localizados em suas áreas. Para tanto, iniciando no Município de Duque de Caxias foi elaborado um grande Programa de Educação Patrimonial contendo diversas ações sócio-educativas em seu bojo, a saber:

Uma exposição de Arqueologia elaborada a partir dos artefatos coletados nos 22 sítios já pesquisado e que “conta” a historia da ocupação da Baixada Fluminense pelo Homem desde 6 mil anos atrás.

Curso de Capacitação de Monitores em Educação Patrimonial – Objetivando elaborar o Inventario Patrimonial de cada Município esta ação sócio-educativa tem o formato de uma oficina em dois dias de atividades, utilizando o método do Psicodrama Pedagógico para seu desenvolvimento.

Curso de capacitação de monitores em Duque de Caxias Visitantes contemplam exposição arqueológica

Oficinas de Cultura Imaterial – Com o tema: Cantos, Danças e Ritmos, quatro oficinas foram desenvolvidas para atender aos alunos da rede escolar do ensino fundamental.

– A de Cantos Danças e Ritmos de Engenho – Fala dos brinquedos cantados nos antigos engenhos, das melodias francesas e do esforço dos jesuítas para catequizar os indígenas que aqui habitavam através destas.

– A de Cantos Danças e Ritmos de África – Fala do legado deixado pelos africanos que trazidos para o Brasil, permearam nossa musica com seus ritmos, gingados e lamentos únicos e maravilhosos. A capoeira foi a escolhida para brilhar como patrimônio do nosso povo brasileiro.

– A de Cantos Danças e Ritmos da Floresta  – Trouxe para o Rio de Janeiro Panawan, Iapori, Cajabi e Caioni da tribo Cariri – Xocó das Alagoas. O ritmo forte de suas maracás faz o coração da criançada pular de alegria e o dos mais velhos chorar de emoção diante da força do seu Toré.

Oficina Cantos, Danças e Rítmos do Engenho Oficina Cantos, Danças e Rítmos Africanos Oficinas Cantos, Danças e Rítmos da Floresta

Confira o vídeo com a abertura das atividades ocorridas no dia 02 de agosto de 2010 em nossa Galeria de Vídeos 

O Instituto de Arqueologia Brasileira (IAB) desenvolverá estas ações nos cinco municípios atingidos pelas obras do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro conforme cronograma no convite da página principal. 

Posts Relacionados