Turma IV – Aulas de Fevereiro – 2016

E foram de Educação Patrimonial, com a Professora Jandira Neto, as aulas do mês de fevereiro de 2016 para os estudantes da Turma IV do Curso de Pós-graduação em Arqueologia da Faculdade Redentor, que é ministrado nas instalações do IAB. E a primeira tarefa foi cinema com direito à pipoca. O filme proposto, “Os Narradores de Javé”.

O filme, de Eliane Caffé, retrata a história de um povoado do Vale de Javé, situado no sertão baiano, que está prestes a ser inundado para a construção de uma potente usina hidrelétrica. Diante dessa situação terrível, a comunidade se reúne para discutir diversas formas de como resolver o problema. De acordo com os moradores, o ideal seria preparar um documento oficial, contando todos os grandes acontecimentos heroicos de sua história, justificando sua preservação, ou seja, convencer os envolvidos no projeto de desaparecimento do povoado que o lugarejo abriga um patrimônio que não pode ser perdido. Mas como na vila só tem analfabetos, a primeira tarefa seria encontrar alguém que conseguisse retratar os acontecimentos...

Após a sessão de cinema, aula expositiva sobre o modo como se constrói um procedimento científico em Educação Patrimonial - o Construto da Ciência.  Visão de Mundo. Paradigmas. As Teorias. Os Métodos e as Técnicas.

Discutidas essas informações, foi aplicada a Técnica Psicodramática da Retramatização cujo objetivo é contar uma trama e retramá-la, de modo a “contar uma nova versão” da história original a partir da resignificação dada pelos novos atores sociais – no caso, os estudantes - que dela se apropriam e a tomam como sua nova história. Seu novo patrimônio.

E o desfecho para a proposta da introjeção da importância da Educação Patrimonial para um Povo acontecerá no próximo mês, na última aula do curso. Acompanhe.

E foram de Educação Patrimonial, com a Professora Jandira Neto, as aulas do mês de fevereiro de 2016 para os estudantes da Turma IV do Curso de Pós-graduação em Arqueologia da Faculdade Redentor, que é ministrado nas instalações do IAB. E a primeira tarefa foi cinema com direito à pipoca. O filme proposto, “Os Narradores de Javé”.

O filme, de Eliane Caffé, retrata a história de um povoado do Vale de Javé, situado no sertão baiano, que está prestes a ser inundado para a construção de uma potente usina hidrelétrica. Diante dessa situação terrível, a comunidade se reúne para discutir diversas formas de como resolver o problema. De acordo com os moradores, o ideal seria preparar um documento oficial, contando todos os grandes acontecimentos heroicos de sua história, justificando sua preservação, ou seja, convencer os envolvidos no projeto de desaparecimento do povoado que o lugarejo abriga um patrimônio que não pode ser perdido. Mas como na vila só tem analfabetos, a primeira tarefa seria encontrar alguém que conseguisse retratar os acontecimentos…

Após a sessão de cinema, aula expositiva sobre o modo como se constrói um procedimento científico em Educação Patrimonial – o Construto da Ciência.  Visão de Mundo. Paradigmas. As Teorias. Os Métodos e as Técnicas.

Discutidas essas informações, foi aplicada a Técnica Psicodramática da Retramatização cujo objetivo é contar uma trama e retramá-la, de modo a “contar uma nova versão” da história original a partir da resignificação dada pelos novos atores sociais – no caso, os estudantes – que dela se apropriam e a tomam como sua nova história. Seu novo patrimônio.

E o desfecho para a proposta da introjeção da importância da Educação Patrimonial para um Povo acontecerá no próximo mês, na última aula do curso. Acompanhe.

Posts Relacionados

A EDITORA DO IAB

Em Comemoração ao 61º aniversário do Instituto de Arqueologia Brasileira a IAB EDITORA inicia, a partir do mês de Junho de 2022, a publicação de uma série de artigos e de livros assinados por autores institucionais. Os artigos serão divulgados de forma gratuita, solicitando-se, como de praxe acadêmico, que cópias ou trechos retirados dos mesmos citem a procedência. Tal medida visa garantir os direitos autorais e, inclusive, responsabilizar os próprios autores pelos pontos de vista e perspectivas divulgadas.

Ler Mais »

Edital Público Beneficia Crianças e Jovens da Comunidade de Santa Tereza

Através do Edital de Chamamento Público Nº 001/2021 – que concedeu subsídios mensais oriundos do Fundo Nacional de Cultura para Espaços e Entidades Culturais – o Município de Belford Roxo, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, contemplou o Instituto de Arqueologia Brasileira, por meio deste Edital, o qual realizou intensas atividades socioculturais durante os meses de vigência do mesmo.

Ler Mais »

IAB Realiza Projeto Social com Escola da sua Comunidade

Através do Edital de Chamamento Público Nº 001/2021 – que concedeu subsídios mensais oriundos do Fundo Nacional de Cultura para Espaços e Entidades Culturais – o Município de Belford Roxo, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, contemplou o Instituto de Arqueologia Brasileira, por meio deste Edital, o qual realizou intensas atividades socioculturais durante os meses de vigência do mesmo.

Ler Mais »