Estudantes do Colégio Geração Feliz visitam o “Mundo da Arqueologia”

Por obviedade temos como nossos mais próximos parceiros os professores; e foi através da indicação de um deles que tivemos a alegria de receber, em 09 de junho de 2016, vinte e sete estudantes que cursam o 6º ano no Colégio Geração Feliz localizado em Mesquita, que é um município relativamente próximo ao nosso. Acompanhados dos Professores Fátima Boldrin, Tatiana S. Pereira e Gilson Lopes e com a natural abertura para o novo, bem típica dessa idade, eles se permitiram, alegremente, conhecer o “Mundo da Arqueologia”.

Diante de um mundo que passa por nós em alta velocidade, através de trilhões de bits, nos levando urgente em suas asas sempre para o ‘futuro’ e com uma carga altamente sedutora em sua proposta, o nosso trabalho busca trazer o passado... Passado que guarda em seu precioso baú os degraus para a ascensão deste momento tão virtual, do qual tentamos inutilmente nos apropriarmos. Dizemos inutilmente, pois, uma vez que, enquanto realizamos a tentativa, ele já não está exatamente ‘lá’.

Diante de concorrência tão ‘desleal’, que usa a Imagem como símbolo maior, nos valemos do método do Psicodrama (já descrito em outros momentos aqui mesmo) e o utilizamos como meio para tentar imprimir, em seus infinitos e jovens sonhos, a importância deste Senhor Passado, pelo viés do programa de Educação Patrimonial que desenvolvemos, para esse público, entre as nossas inúmeras atividades.

Assim, com entusiasmado bate-papo, com os vídeos, as exposições e o contato imediato com atividades arqueológicas que estavam em andamento, buscamos levar aos estudantes a importância da arqueologia, através da sua gama multidisciplinar, para a valorização cultural e pesquisa científica. Contamos, para tal, com o apoio do Diego Lacerda, assistente de marketing e projetos, que os conduzia pelos caminhos desse “novo mundo”, Sérgio Serva, arqueólogo e Alessandro Silva, graduando em História.

Mas não pensem que eles esqueceram o ‘mundo veloz’ deles, não!

Fotografavam e postavam, à medida que as ações eram praticadas, nas redes sociais, com frases como: aula show, arqueologia ao vivo e outras... Os professores também reportaram com a observação; “Eles adoram essas aulas!”

Agradecemos muito a todos que contribuíram para mais esta Ação para a Educação e aguardamos breve retorno sempre com a esperança de contarmos com multiplicadores da importância de preservação do nosso Patrimônio.

IAB – Um Patrimônio de Todos

Por obviedade temos como nossos mais próximos parceiros os professores; e foi através da indicação de um deles que tivemos a alegria de receber, em 09 de junho de 2016, vinte e sete estudantes que cursam o 6º ano no Colégio Geração Feliz localizado em Mesquita, que é um município relativamente próximo ao nosso. Acompanhados dos Professores Fátima Boldrin, Tatiana S. Pereira e Gilson Lopes e com a natural abertura para o novo, bem típica dessa idade, eles se permitiram, alegremente, conhecer o “Mundo da Arqueologia”.

Diante de um mundo que passa por nós em alta velocidade, através de trilhões de bits, nos levando urgente em suas asas sempre para o ‘futuro’ e com uma carga altamente sedutora em sua proposta, o nosso trabalho busca trazer o passado… Passado que guarda em seu precioso baú os degraus para a ascensão deste momento tão virtual, do qual tentamos inutilmente nos apropriarmos. Dizemos inutilmente, pois, uma vez que, enquanto realizamos a tentativa, ele já não está exatamente ‘lá’.

Diante de concorrência tão ‘desleal’, que usa a Imagem como símbolo maior, nos valemos do método do Psicodrama (já descrito em outros momentos aqui mesmo) e o utilizamos como meio para tentar imprimir, em seus infinitos e jovens sonhos, a importância deste Senhor Passado, pelo viés do programa de Educação Patrimonial que desenvolvemos, para esse público, entre as nossas inúmeras atividades.

Assim, com entusiasmado bate-papo, com os vídeos, as exposições e o contato imediato com atividades arqueológicas que estavam em andamento, buscamos levar aos estudantes a importância da arqueologia, através da sua gama multidisciplinar, para a valorização cultural e pesquisa científica. Contamos, para tal, com o apoio do Diego Lacerda, assistente de marketing e projetos, que os conduzia pelos caminhos desse “novo mundo”, Sérgio Serva, arqueólogo e Alessandro Silva, graduando em História.

Mas não pensem que eles esqueceram o ‘mundo veloz’ deles, não!

Fotografavam e postavam, à medida que as ações eram praticadas, nas redes sociais, com frases como: aula show, arqueologia ao vivo e outras… Os professores também reportaram com a observação; “Eles adoram essas aulas!”

Agradecemos muito a todos que contribuíram para mais esta Ação para a Educação e aguardamos breve retorno sempre com a esperança de contarmos com multiplicadores da importância de preservação do nosso Patrimônio.

IAB – Um Patrimônio de Todos

Posts Relacionados